Gente, foi muito interessante este primeiro evento de Terapia Ocupacional em Pelotas que ocorreu no dia 19.07.2017, e eu não imaginei que ia ser tão bem recebida por todos alunos organizadores do evento: Carla Serpa, Marta Costa, Márcia Lemes, Valéria Frolich, Vitória Martins e Vitor Vergara! Obrigada pessoal! A primeira palestrante foi a Maíra Maus (Educadora Física), filha ouvinte de pais surdos, falou sobre a importância da estimulação precoce em crianças de 0 a 4 anos de idade, que quanto maior for a estimulação e a relação com a criança surda, ela terá melhor comunicação como um todo! Após, foi a minha vez, minha fala foi sobre a “Trajetória do Silêncio”, ou seja, de minha vida, ao final tive um enorme prazer de cantar uma música em LIBRAS: TREM-BALA, ela traz uma mensagem muito linda para todos nós! Veja abaixo:

 

A outra palestrante Heniane Aleixos (professora e pedagoga), ouvinte que tem um irmão surdo, fez seus relatos sobre suas experiências com uma menina que possui surdez e cegueira, espetacular!

Quando perdemos um dos nossos sentidos, a natureza do nosso corpo desenvolve com mais intensidade em outros sentidos, no caso da surdez, desenvolvemos principalmente a visão, estamos sempre nos relacionando com campo visual. Já a surdez-cegueira desenvolve de forma mais apurada com o tato, quando a família e os profissionais auxiliam a trabalhar nisso, aperfeiçoam cada vez mais a compreensão das coisas como funcionam, a relação entre elas, com pessoas e com o mundo! Por isso, nós Terapeutas Ocupacionais existimos!! 😀