Alimentação para cicatrização

Pessoal! Desculpem o meu sumiço, pois ainda estou em recuperação da cirurgia, tenho tido inchaços que vão e voltam (algumas vezes com pouquinha dor e outras sem), fiquei preocupada com isso, mas consultei com o meu médico e disse que isso é normal, para fechar totalmente a cirurgia leva alguns meses, a reação do organismo diante de algo diferente dentro do corpo depende de cada pessoa, e no meu caso ele ainda está se adaptando, paciência né pessoal? Mas sinto melhoras a cada dia que passa, isso aconteceu porque comecei a cuidar mais da alimentação e voltei a dormir no lado do ouvido que não operei (esquerdo).

Eu nunca acreditei que uma simples mudança na alimentação faz grande diferença no pós-operatório, é verdade mesmo! Por isso, que resolvi divulgar aqui para ajudar os recém-implantados, que fizeram cirurgia há pouco tempo. Mas qual alimentação que devemos seguir?

Em primeiro lugar, o que mais faz a diferença é a ÁGUA, tomem muita água por dia, aproximadamente 2L por dia, isso facilita bastante a desinchar e flui melhor a circulação do sangue no local operado e hidrata o organismo!

Alimentação para cicatrização 3

Por incrível que pareça, a natureza do nosso organismo é perfeita, eu tinha uma vontade desesperadora de comer morangos e mais morangos! Após de vários dias comendo a mesma fruta, eu estranhei…Eu fui pesquisar na internet, E BINGO! Esta fruta é um potencial cicatrizante, MEU DEUS pensei! Que coisa incrível isso, como o nosso corpo nos orienta tudo sem saber… Temos que prestar mais atenção aos nossos sinais!

Alimentação para cicatrização 2

Então, fui pesquisar mais e mais, e encontrei uma lista bem grande de alimentos que ajudam na cicatrização, vejam abaixo!

Alimentação para cicatrização 3

Fonte: https://www.tuasaude.com/alimentos-cicatrizantes

Quanta coisa não é? Mas agora, o que não devemos fazer?

O chá, café e coca-cola nem pensar, pois o chá é diurético e o corpo reage tentando segurar o líquido no organismo. O café e a coca-cola têm cafeína, e ela exerce efeito tóxico, desidrata o organismo e leva as glândulas supra-renais à exaustão, aumentando o estresse. Ou seja, você pode ficar mais irritado(a) e ansioso (a), podendo provocar dor de cabeça, fadiga e depressão. E doces, também não é recomendado, pois o açúcar e a gordura dificultam a circulação do sangue, que é essencial para que os nutrientes cheguem à ferida para cicatrizar o tecido. E claro, longe do SAL, ele retem muito o líquido no organismo dificultando o processo de cicatrização.

Outras pequenas coisas que podem fazer grandes diferenças:

– Sempre que você sentir algum desconforto, dor, inchaços, procure dormir no lado não operado até esses sintomas cessarem. Na cirurgia, muitas pequenas veias são cortadas, elas necessitam criar outros caminhos para circulação sanguínea perfeita no local, e quando você dorme sobre o lado operado, o sangue circula com mais intensidade sobre a cirurgia e essas pequenas veias reagem a essa pressão sanguínea, pois ainda não refizeram os seus novos caminhos. E siga sempre as orientações do seu médico;

– Não durma com dois travesseiros ou mais, um já é suficiente, mantenha sua coluna reta, para não causar dores no pescoço. Caso não funcione dormir no lado não operado e nem barriga para cima, coloque vários travesseiros de maneira que você durma sentado e confortável, eu fiz isso só nos primeiros dias, me ajudou.

– Nas primeiras semanas não force ao fazer o “número 2”, se tiver dificuldades, procure comer mamão e aveia para ajudar e espirre de boca aberta. Se você tem rinite, é melhor você consultar com o seu otorrinolaringologista que vai fazer o seu IC, um spray ou medicamento para evitar o inesperado durante a recuperação da cirurgia;

– Não carregar pesos nas primeiras semanas.

– Caso você sentir inchaço, dor e/ou quente no local da cirurgia, pode colocar uma bolsa térmica flexível (gelada) enrolada numa toalha limpinha. Mas antes disso, consulte seu médico para ver se está tudo ok e se ele te libera para a bolsa térmica.

– Banho: Nas primeiras semanas, só para precaução use um tampão de ouvido de silicone que molda no pavilhão auditivo, tem nas farmácias e lojas com itens de natação. Você precisa pedir o tampão de “NATAÇÃO” e não de BANHO, porque eles não entendem nada sobre o Implante Coclear…rsrs. Então é só para simplificar a compra do produto. Na hora de colocar no ouvido, cuide para não empurrá-lo dentro do canal auditivo, só na entrada impedindo que a água passe.

Então, é uma lista meio grande de cuidados na recuperação pós-operatória, praticamente todas cirurgias são assim, mas não se preocupe, pois lá na frente a sua vida sonora brilhará! Tenha fé durante todo o percurso!

Enquanto isso, aproveite e desfrute cada novo som!

Boa sorte e beijos à todos!