Este POST de hoje é um assunto muito delicado e dolorido que perdura até hoje, devido ao silêncio que me rodeia, de eu não conseguir entender nada quando estou no grupo de pessoas que escutam, seja em um curso que eu estou fazendo, encontros presenciais com os amigos, reuniões, e outros encontros similares.

Eu encontrei por acaso no Facebook, uma menina surda brasileira, Larissa Jorge, que fala tudo sem TABU através da LIBRAS em seu canal do YouTube, que nós surdos não entendemos quando estamos em grupos de pessoas ouvintes, e que muitas vezes o ouvinte pensa que estamos entendendo, deixando-nos na mesma situação…. Em outras situações, provavelmente os ouvintes devem ficar na dúvida se entendemos ou não e esperem que nós os chamemos para que nos traduzam o que falam. Sim, eu já os chamei por diversas vezes ao longo da minha vida (na escola, faculdade e em cursos em geral), quase todas as respostas foram:  “Ah, bobagem”, “Ele está louco, ainda bem que você não escuta, nem merece saber”, “Tu não vai querer saber”, “A história é muito longa”, “E só uma piada sem sentido…” e etc…. Mas vocês que escutam, não tem culpa nenhuma por isso, realmente é difícil encontrar uma solução para isso.

exclusao social

Por isso que, hoje em dia eu simplesmente parei de perguntar, parei de participar nestes grupos, onde por natureza exigem da nossa audição, e muitas vezes nós interrompemos com a sintonia do grupo quando estão conversando espontaneamente. Mas nós surdos estamos sempre sentindo a necessidade de compreender e nos interagir com as pessoas que escutam. Somos pessoas, ser humano e que fazemos parte deste mundo também.

Então, evitar esses transtornos/constrangimentos também não está funcionando (talvez o implante coclear possa me ajudar muito, estou ansiosa para chegar esse dia que nunca chega, para VOAR ainda mais alto…), mas quando essa Larissa me apareceu, eu me identifiquei muito com ela. O único jeito é compartilhar para o máximo número possível de pessoas sobre os nossos os sentimentos em relação a isso, simplesmente as pessoas precisam saber disso!!! Como resolver isso? eu ainda não sei… Você, como ouvinte (que já tens uma base de experiência com surdos) o que faria? E você surdo, como faz e se funciona? Venha contar com a gente! Quem sabe a gente se ajuda?

Assista o vídeo da Larissa acima, ele faz com que você se coloque no lugar do outro, é muito importante que as pessoas saibam das situações que o surdo sente, a inclusão e acessibilidade estão desenvolvendo cada vez mais em diversas áreas do ser humano!!

Vamos compartilhar?