LUCAS GRAVEEL, VANESSA MARANO, CONSTANCE MARIE, KATIE LECLERC, LEA THOMPSON, D.W. MOFFETT

Em uma noite fui a um encontro de família, lá também havia pessoas que eu não conhecia. Mas, comecei a conversar com uma “parente” da minha parente, conversa vai e vem…E TCHARAM, descobrimos que fazíamos leitura labial uma na outra, éramos duas deficientes auditivas naquele salão…Que coincidência!! Então, cada vez mais aprofundamos a conversa, e ela me perguntou se eu havia visto o seriado “Switched at Birth” no NETFLIX, eu disse que não… Ela me disse que eu não deveria perder, pois era maravilhooosoo!! Já fiquei curiosa começando pelo nome, que a tradução seria: Trocadas pelo nascimento.

Bom, na mesma semana comecei a “fuçar” este seriado no NETFLIX (pois não sou muito de seriados americanos, nenhum me interessava…). Nossa, lendo a sinopse e pela primeira vez fiquei tão empolgada em assistir, sem parar mesmo!! Este seriado tem 3 temporadas, com vários episódios! O seriado é realmente fantástico e vocês deveriam assistir!

Vou deixar no AR para que vocês fiquem com uma vontade tremenda de ver este seriado!! Uma história sobre dois meninas que foram trocadas no nascimento, uma ficou surda por conta da meningite, era ruiva e de olhos verdes, criada pela mãe Porto-Riquenha e seu pai que era mexicano que abandonou quando soube a sua surdez, como os pais não sabiam que ela tinha sido trocada, e isto trouxe muitas desconfianças pelo lado do pai e gerou muitas brigas para o casal…E no outro lado, a filha biológica desse casal foi criada pelos pais que tinham cabelos claros. Quando ela chegou a fase de sua adolescência começou a ter sérios questionamentos em relação as suas características físicas diferentes de sua família.

O resto você deve imaginar, não posso contar toda a história…Risos. Mas ao assistir o filme faz nos pensar ou reviver sobre os obstáculos, preconceitos, lutas e vitórias em que vivenciamos.

Comigo, senti como se eu tivesse levada ao túnel do tempo, na época da minha adolescência, quando descobri a LIBRAS, que é um mundo maravilhoso e que você passa entender a comunicação tão somente através dos olhos, e compreende todos em sua volta, como nunca aconteceu em sua vida, isso me fez aflorar quem eu sou, me sentia capaz de participar o que todos falavam e poder dizer minhas opiniões, ideias, me sentir então “alguém” nesse meio dessas pessoas!! Isto também aconteceu com os usuários de Implante Coclear, pois todos eles têm a mesma história, todos sabem que “todos” fazem leitura labial, e alguns se comunicam por LIBRAS também, sem nenhum preconceito! É maravilhoso estar com pessoas que realmente te entendem!!

Mas voltando ao filme, vou lhes apresentar os personagens principais que fizeram a história ainda mais especial:

Daphne

Daphne: Surda, contraiu meningite quando pequena, é oralizada, utiliza aparelhos auditivos e fala através da ASL (American Sign Languages). Personalidade forte, gosta de tomar decisões próprias, jogadora de basquete e defende a escola de surdos.

 

Bay

Bay: Ouvinte, artista, tem muitas dúvidas e insegurança no início devido a troca. Se apaixona pelo surdo Emmett (melhor amigo de Dehpne), aprende a língua de sinais e se torne estudante na escola de surdos, onde Daphne estuda.

Kathryn e John

Kathryn e John: Pais biológicos de Daphne, mas criaram Bay, achando que era deles, até então Bay começou a desconfiar devido as suas características físicas diferentes de sua família. Mais tarde ela se conforma e quer o bem estar de todos.

Regina e Angelo

Regina e Angelo: Pais biológicos de Bay, se separam quando Daphne era bebê. Regina então criou sua filha, educando-a através da ASL, mas também tem um passado tenebroso que a obrigou a tomar decisões bem difíceis.

Emmett

Emmett: Surdo, se comunica somente através da ASL, se apaixona por Bay. É observador, amador de motos e conselheiro para todas as horas! Pai de Emmett também surdo que decide colocar Implante Coclear mais tarde.

 Melody 2

Melody (Marlee Matlin): Mãe de Emmett, também surda, tem atitude exemplar na educação com seu filho emmett, mulher com personalidade forte, decidida e defensora da Língua de Sinais. Ela é uma atriz surda que fez também outros filmes e seriados como “O filho do Silêncio” (ganhou o Oscar como melhor atriz) e “Law & Order”.

Então, este foi o primeiro seriado americano que assisti, e realmente vale a pena! Pega a sua pipoca nesta noite de sábado e deite no sofá e assista!! É maravilhooooosooo!! Apreciem cada história que eles têm para mostrar para vocês! Bom filme!!

Um abraço a todos!