Glória MariaEm 2012, participei em um grande evento: XX Congresso de Marketing ADVB/RS no Teatro do Bourbon Country em Porto Alegre, solicitei intérprete de LIBRAS e logo fui muito bem atendida e reservaram a minha cadeira para que eu ficasse acomodada e bem de frente ao palco, onde ficariam os intérpretes, e por surpresa, sentei ao lado da famosa repórter Glória Maria!! Quando ela sentou ao meu lado, dezenas de fotógrafos vierem fotografa-la, parecia que eu fazia parte da fama, se imaginem eu colada ao lado dela, me sentia famosa por uma noite… Risos. Esta foi a minha vantagem de estar no mundo das celebridades!

A LIBRAS é uma Língua utilizada pelos surdos, conforme a Lei Nº 10.436, de 24 de Abril  de 2002, reconhecida como meio legal de comunicação e expressão, considerada também uma língua oficial como qualquer outra, assim como o Inglês, Espanhol, Francês e etc. E que também fortalece currículos! Aprendi esta língua no início da minha adolescência, nesta época utilizava o último par de aparelhos auditivos analógicos e que estes não alcançavam um bom nível de captação de sons como os aparelhos digitais que utilizo hoje. Então, aqueles momentos foram muito interessantes e pude experimentar outro mundo completamente diferente, mas ao mesmo tempo, era um mundo no qual eu sentia firmeza e domínio na comunicação (e que permanece até hoje), também tive descobertas sobre mim mesma, percebia que a expressão era mais espontânea tanto nas emoções como no corpo, as quais tem o objetivo tão interessante de substituir a entonação da voz emitida pelos ouvintes, que nós surdos não percebemos. Quando comecei os contatos com outros surdos naquela época, foi a primeira vez que tinha me identificado com eles, pensei: “eles existem!”, ali me sentia acolhida e quando compreendia o que todos falavam, achava o máximo! E não me notava diferente deles. Atualmente, quando participo em reuniões, seminários e congressos com grande número de pessoas ouvintes, sempre solicito um profissional de intérprete de LIBRAS, pois assim posso acompanhar do começo ao fim, sem perder nenhuma palavra! Mas nem sempre a solicitação é atendida, devido à falta de informação do artigo 14 da lei federal nº 10.436, decreto 5.626 de Dezembro de 2005, seguem o link para conhecimento:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/decreto/d5626.htm

Espero que esta lei seja cumprida em todos os órgãos educacionais e culturais o quanto antes, vamos se mexer gente!!